You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.

DO AMADOR AO PROFISSIONAL: CONHEÇA A HISTÓRIA DE FERNANDO ANTES

Desde o mês passado relembramos aqui grandes momentos do Rubro e personagens importantes que foram e que são essenciais na história do Esporte Clube São Luiz. Deste modo, a história que vamos relembrar nesta semana é do Fernando Antes, atualmente preparador físico, mas anteriormente à sua chegada a comissão técnica do alvirrubro, Fernando já participava da rotina do clube desde 1995.

E como foi esse início? Como gandula! Fernando relembra que ficava atrás de uma das goleiras do Estádio 19 de Outubro. “Eu fui gandula atrás de uma das goleiras em uma partida do São Luiz pelo Campeonato Gaúcho de 1995, e naquele dia presenciei um dos gols mais bonitos que vi até hoje, o então meia do Rubro, Jorjão, concluiu de bicicleta um cruzamento para o fundo das redes”, conta.

Além da lembrança, Fernando é alvirrubro desde a sua infância e a paixão pelo Esporte Clube São Luiz o levou a escolinha aos 11 anos de idade, então treinada pelo técnico Tarcísio Macuglia.

No ano de 2003, Fernando era um dos goleiros da equipe de juniores do clube comandada pelo técnico Paulo Wissmann. Na época, o time fez uma excelente campanha, na qual terminou em 4º lugar, mas perdeu a semifinal para o São José de Cachoeira, porém um fato naquela competição ficou marcado para Fernando. 

“O Seu Alberi que cuidava do campo, foi um grande colaborador do clube e em uma viagem para Vacaria onde enfrentaríamos o Glória, ele estava auxiliando como roupeiro e esqueceu os calções dos atletas. No entanto, a equipe adversária emprestou seus calções azuis de treino para que pudéssemos jogar”, conta. O empréstimo deu certo, pois o São Luiz venceu o jogo por 2 a 1, além disso, outro momento é lembrando por Fernando. “Na preleção desta partida, o técnico Paulo Wissman colocou uma gravação do então técnico do Grêmio e atualmente da Seleção Brasileira, Tite, com palavras de incentivo para a equipe, o que gerou muita motivação para o jogo”, comenta.

Ainda em 2003, o diretor de futebol, João Clóvis Bagetti foi assistir um jogo do campeonato amador, no qual Fernando atuava pelo Palestino do Bairro Industrial, a fim de avaliar o seu desempenho e, então no ano seguinte, o goleiro foi promovido à equipe profissional, integrando-se a um elenco que era composto por jovens e atletas experientes, incluindo um grande ídolo do clube, Paulo Gaúcho.

Já em 2005, uma equipe foi montada pelo técnico Jair Galvão com jogadores experientes do interior do futebol gaúcho. Fernando relembra ainda que o São Luiz passava por muitas dificuldades financeiras na época, e que a equipe viajava para os seus jogos em um micro-ônibus, mas superou todas as dificuldades com muita determinação e raça. “Superando todas essas dificuldades, o São Luiz conseguiu com muita raça e união, conquistar a Divisão de Acesso, foi um título muito comemorado. Nesse mesmo ano, os atletas para conseguir receber parte de seus salários chegaram a vender ingressos para os jogos mais decisivos”, comenta.

Ainda em 2005, Fernando teve uma lesão ligamentar no joelho onde conseguiu operá-lo em 2006, fator que abreviou a sua sequencia como atleta no Rubro. No entanto, Fernando cursava Educação Física desde 2003, e a partir de 2007 integrou as comissões técnicas do departamento amador do clube como preparador de goleiros. Já em 2011 entrou na comissão técnica da equipe profissional que exerce até o momento, onde obteve apenas uma saída, que ocorreu no segundo semestre de 2013, pois foi preparador físico do Tupi de Crissiumal juntamente com o técnico Paulo Henrique Marques onde se sagraram campeões da Segunda Divisão do Campeonato Gaúcho.

Entre os anos de 2012 a 2018 foi conselheiro do Esporte Clube São Luiz eleito por dois mandatos. E, durante esse tempo como membro da comissão técnica, alguns fatos o marcaram, como o título de Campeão do Interior de 2013. “Destaco o jogo entre São Luiz e Caxias, aquela semifinal teve muita dramaticidade, mas conseguimos a vitória por 2 a 1 e chegamos a tão sonhada final contra o Internacional com a decisão no Estádio 19 de Outubro”, comenta.

Além disso, a conquista da Divisão de Acesso de 2017 é o momento que definitivamente está na memória e na carreira de Fernando. “Para mim a maior emoção de todas e o fato mais marcante dentro da minha trajetória profissional até o momento, é a conquista da Divisão de Acesso de 2017, pois passamos por momentos muito difíceis no início da competição, sofrendo com o risco de demissão da comissão técnica, mas em um jogo muito disputado em Farroupilha, conseguimos a vitória pelo placar de 3 a 2 sobre o Brasil de Farroupilha, o que mudou nosso rumo na competição”, conta Fernando.

A partir daquele jogo, a equipe alvirrubra teve uma ascensão de produção que culminou com o título. O jogo mais dramático e emocionante para Fernando naquela competição, foi a semifinal contra o Inter- SM, onde o Rubro precisava reverter um placar adverso, pois perdeu a primeira partida por 1 a 0 em Santa Maria.

“O estádio estava lotado e o campo muito embarrado, praticamente sem condições de futebol. O primeiro tempo terminou empatado em 1 a 1, havia muita apreensão, pois teríamos que fazer mais dois gols no segundo tempo. Então aos 33 minutos da etapa complementar fizemos o placar necessário 3 a 1, porém, o zagueiro Gonçalves para evitar o gol adversário fez a falta em um contra-ataque e foi expulso, gerando muito nervosismo, mas Jean Dias aos 44 minutos puxou um contra-ataque do meio de campo realizando um cruzamento perfeito para a finalização do Matheus Lagoa, gol que ocasionou em uma explosão de emoções, onde invadimos o campo para comemorar, ali saía das costas um grande peso, foi carreata, caminhão de bombeiros e muitas alegrias, portanto, são lembranças eternizadas na minha memória e que ficará para sempre na história do Clube”, finaliza Fernando.

Assim, são muitos momentos marcantes e inesquecíveis protagonizados pelo Rubro. E, Fernando é um personagem importante que faz parte da história do Esporte Clube São Luiz, como torcedor apaixonado, sócio e profissional que permite que o glorioso ainda possa nos proporcionar muito capítulos de felicidade.

Pos
Time
J
V
E
D
S
P:7
Patrocínio